• (11) 3312-5299
SINDICATO DOS TRABALHADORES DA PRODUÇÃO, TRANSPORTE, INSTALAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE GÁS CANALIZADO DO ESTADO DE SÃO PAULO

SINDICATO E COMGÁS AVANÇAM NA DISCUSSÃO DO PLANO DE SAÚDE

22/08/2019
O Sindgasista reuniu-se com representantes da Comgás no último dia 13 e, após a pressão do sindicato e a repercussão negativa da proposta anterior da empresa, de coparticipação no plano de saúde, especialmente entre os trabalhadores aposentados, a companhia resolveu mexer nesse item.
Chegamos a um acordo para s e p a r a r o s p l a n o s d o s aposentados dos trabalhadores da ativa, com enfoques diferentes de cada grupo, mas desde que sejam preservadas as características sociais de ambos.
 
Não é novidade para ninguém que, quanto mais o trabalhador envelhece, menor a sua renda diante do custo de vida que aumenta, especialmente nos cuidados com a saúde. Assim
c o m o t a m b é m c r e s c e a necessidade de utilização do plano.
O sindicato e a empresa estão construindo as cláusulas que garantam a participação tanto dos ativos quanto dos aposentados em qualquer proposta de alteração dessa conquista.
A Comgás solicitou, então, um período para estudar a apresentar as novas propostas para o plano e uma reunião nesta semana trará novidades sobre esse tema.
 
AVANÇOS ECONÔMICOS
Em relação às cláusulas econômicas, o sindicato manteve a proposta de 4,67% de reposição inflacionária e 0,82% de aumente real por produtividade. O índice tem como base o percentual que a Comgás obteve o direito de repassar às tarifas alegando custo com a mão de obra.
Além disso, durante a última mesa de negociação, também propusemos à empresa discutir soluções para resolver a o dissídio de 2018 que está no TST (Tribunal Superior do
Trabalho).
Após chegarmos a um acordo na pauta do plano de saúde, vamos focar na parte econômica e caminharemos para levar proposta que será apreciação pelos trabalhadores em assembleia.
 
 
ASSEMBLEIA NA NATURGY VAI DISCUTIR PAUTA DE REIVINDICAÇÕES
Nesta segunda-feira (19), teremos assembleia na Naturgy, em Votorantim, às 9h, para discutir a pauta de reivindicações. Como o ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) vence apenas em
2020, a negociação tratará principalmente das cláusulas econômicas, mas isso não impede que os trabalhadores possam incluir reivindicações de âmbito social.
A participação de toda a categoria é fundamental, principalmente, neste momento de retirada de direitos que o país enfrenta e que torna urgente a unidade e luta conjunta da classe trabalhadora.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok