• (11) 3312-5299
SINDICATO DOS TRABALHADORES DA PRODUÇÃO, TRANSPORTE, INSTALAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE GÁS CANALIZADO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Votemos com a consciência de trabalhadores, nosso voto pode mudar o Brasil !

05/10/2018
Nesta reta final para as eleições 2018, faz-se necessário que examinemos os candidatos e revisemos a nossa convicção de voto.
 
Estão melhores colocados nas pesquisas justamente dois projetos de país completamente
antagônicos. Sejamos objetivos na análise. Somos trabalhadores e, como tal, é que devemos direcionar o nosso voto. Explicando melhor: qual candidatura apresentou o plano de governo que melhor contempla as necessidades e sonhos dos trabalhadores?
Qual deles é mais confiável? O que cada um deles defende?
Publicamos nesta página um quadro com o posicionamento de Bolsonaro e Haddad frente a pautas importantíssimas para os trabalhadores. Bolsonaro votou a favor da reforma trabalhista que foi o maior ataque contra os nossos direitos, viabilizada pelo governo golpista de Michel Temer. Haddad não era parlamentar na época dessa votação, faz parte do seu plano de governo revogar a reforma trabalhista e devolver aos trabalhadores todos os direitos perdidos.
 
Prosseguindo na mesma análise, enquanto Haddad promete aceitar e cumprir a pauta de reivindicações apresentada a todos os candidatos pelo movimento sindical, a chapa de Bolsonaro anuncia ser contra o pagamento do 13º salário e contra o adicional de 1/3 nas férias. O general da reserva Hamilton Mourão, seu vice, prometeu a um auditório de empresários que, uma vez eleitos, farão a “reforma trabalhista pra valer”. Haddad promete valorizar as mulheres, adotar políticas de emancipação e voltadas para a igualdade. Em pleno século 21 após as mulheres terem lutado pelo seu espaço no mercado de trabalho, na política e na vida, Bolsonaro afirma que as mulheres devem ganhar menos que os homens porque engravidam.
 
Uma das reivindicações do movimento sindical é que os ricos paguem impostos mais altos enquanto a carga tributária deve ser reduzida para os assalariados. É uma questão de justiça. Haddad anunciou um plano de elevação dos impostos para os bancos e redução para os  trabalhadores. Bolsonaro propõe a criação de uma faixa única de 20% para pessoas físicas e jurídicas, desconsiderando que 20% é demais para quem ganha menos. Outras questões deveriam distanciar os trabalhadores do candidato Bolsonaro. O preconceito, a discriminação
de negros, indígenas, homossexuais e mulheres já seriam o bastante para rejeitarmos o voto nessa candidatura. Mas a cultura da violência ao pretender prover armas para a população deve ser considerada hedionda para uma sociedade que sempre pediu paz.
 
Baseada na comparação entre os planos dos dois candidatos e seu posicionamento frente aos interesses dos trabalhadores, embora haja outras candidaturas do campo progressista, o movimento sindical indica o voto em Haddad que dentre todos desse campo é o que tem condições de ser eleito. Queremos crescimento econômico com distribuição de renda, criação de empregos de qualidade, saúde e educação para todos, preservação das riquezas do país, enfim, queremos um país bom para todos, principalmente para aqueles que trabalham duro e ajudam a construi-lo e para os que mais necessitam.
O nosso poder é o voto. Por isso devemos votar em quem contempla essas expectativas.

Vamos mudar São Paulo
O mesmo raciocínio sobre o voto para presidente, vale para o governo do estado.
Os melhores colocados são dois empresários - Doria e Skaf. Os trabalhadores não devem votar em patrões, porque uma vez eleitos, atenderão a sua classe e jamais a classe trabalhadora. O candidato
do movimento sindical é Luiz Marinho, por contemplar a nossa pauta e a nossa visão de governo. Ele foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e da CUT, ministro do Trabalho responsável pela melhor
política de valorização do salário mínimo elaborada junto com o movimento sindical, no governo Lula, ministro da Previdência; e prefeito de São Bernardo do Campo. Ele conhece as necessidades dos
trabalhadores. É nele que devemos votar e são os últimos dias para convencermos nossos amigos e parentes, para levá-lo ao 2ºturno. Vamos trabalhar e apostar.




 
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok