• (11) 3312-5299
SINDICATO DOS TRABALHADORES DA PRODUÇÃO, TRANSPORTE, INSTALAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE GÁS CANALIZADO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Dia 09/março, trabalhadores da Comgás vão elejer seu representante no Conselho de Administração"

07/03/2018
No dia 9 de março, os gasistas votarão para eleger o representante dos trabalhadores no Conselho de Administração da Comgás (CA).
Trata-se de uma função de extrema importância, já que o representante dos empregados exerce o papel de levar para os demais integrantes do CA, ou seja, para a alta gestão da empresa, os anseios e necessidades do gasistas.
No exercício dessa função, o conselheiro representante dos empregados fica submetido a uma cláusula de confidencialidade, que é uma precaução contra vazamentos de informações estratégicas, pois no CA são discutidos e tomadas decisões sobre os negócios e rumos da empresa.
Para bem exercer o seu mandato, o conselheiro deve manter uma estreita ligação com outras instituições, acompanhando as ações para encaminhamento dos problemas e das lutas dos gasistas. Por esse motivo, os trabalhadores devem escolher o candidato reconhecidamente mais afinado e comprometido com o interesse coletivo.
 
Presença de um trabalhador no CA é uma conquista
Como fruto de um amadurecimento do movimento sindical, percebeu-se a importância do acesso a dados e informações sobre a situação das empresas estatais. Isso permitiria aos sindicatos zelarem pelo patrimônio público, e pelos salários e empregos dos trabalhadores.
Com a pressão dos sindicatos, o então governador de São Paulo, Franco Montoro, promulgou a Lei Estadual 3.741, em 1983, em que se estabeleceu a participação de um representante dos empregados nos órgãos de direção das estatais paulistas. No entanto, a lei carecia regulamentação o que impedia a sua efetividade.
Mais tarde, o Comando Estadual dos Energéticos, constituído pelos sindicatos de trabalhadores em energia no estado de São Paulo, entre eles o Sindgasista, o Stieec de Campinas, os eletricitários de São Paulo discutiu a Resolução SES-50 de 21/05/1991, da Secretaria de Energia e Saneamento do Estado de São Paulo, que por força da legislação, previa a indicação de um representante de cada uma das quatro empresas do setor, para integrar o Conselho de Administração Unificado.
O Comando firmou posição de exigir eleições livres sem quaisquer restrições. Houve um sorteio para definição da empresa que iniciaria um rodízio de representantes. A primeira empresa sorteada foi a Comgás. A eleição do representante dos empregados ocorreu em junho de 1991, tendo como candidata Maria Augusta Belido, tornando-se a primeira conselheira representante dos trabalhadores das empresas de energia no estado.
Com a privatização, a mobilização dos trabalhadores garantiu a previsão dessa figura nos editais que definiram as regras da concessão da Comgás, consolidando a figura do conselheiro representante dos empregados.

Fonte: Sindgasista
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok