• (11) 3312-5299
SINDICATO DOS TRABALHADORES DA PRODUÇÃO, TRANSPORTE, INSTALAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE GÁS CANALIZADO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Ato irá celebrar os 30 anos da criação da Comissão da Mulher Trabalhadora da CUT

22/11/2016
Arte: Adaptação Maria Dias - Secom/CUT-SP
Arte: Adaptação Maria Dias - Secom/CUT-SP
Como parte das comemorações dos 30 anos da criação da Comissão da Questão da Mulher Trabalhadora da CUT, celebrados neste ano, a CUT São Paulo realiza um ato no próximo dia 25 de novembro, sexta-feira, com a participação de sindicalistas e militantes que fazem parte dessa história.

 

O ato terá início às 16h e será no auditório da CUT, na Rua Caetano Pinto, 575, no Brás, região central de São Paulo.

Na ocasião, que também é o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher, estão previstas atividades artísticas e culturais, homenagem a sindicalistas históricas da entidade e uma aula magna contextualizando os momentos de luta e conquistas das mulheres, além da defesa dos direitos que estão sob ameaça do governo ilegítimo de Michel Temer e de parte do Congresso Nacional.

Entre as presentes, estarão Clara Levin Ant, fundadora e uma das primeiras mulheres dirigentes da CUT, Didice Godinho Delgado, primeira coordenadora da Comissão Estadual da Questão da Mulher Trabalhadora da CUT-SP, Ana Nice Martins, metalúrgica, recém-eleita vereadora na cidade de São Bernardo do Campo (SP), única e primeira mulher negra eleita na cidade, e de Helena Hirata (a confirmar), filósofa especialista em sociologia do trabalho e gênero, colaboradora da luta das mulheres na CUT.

Mulher trabalhadora
A Comissão da Questão da Mulher Trabalhadora da CUT-SP foi criada em 31 de agosto de 1986, após aprovação no 2º Congresso Nacional da CUT (CONCUT), e, na época estava ligada à Secretaria de Política Sindical. Em 2006, torna-se a atual Secretaria Estadual da Mulher Trabalhadora.

Nessas três décadas de atuação, a pasta esteve na luta por avanços que promoveram mudanças significativas na vida das mulheres trabalhadoras, contribuindo para o aumento da participação das mulheres nos sindicatos e na CUT – em 2015, a Central implementa a paridade de gênero na direção -, e atuou, por meio de suas representantes, na promoção e garantia dos direitos consagrados na Constituição de 1988, especialmente durante os governos Lula e Dilma.

AGENDE-SE
Ato de celebração dos 30 anos da criação da Comissão da Questão da Mulher Trabalhadora da CUT

Data: 25 de novembro
Hora: A partir das 16h
Local: Auditório da CUT, na Rua Caetano Pinto, 575, no Brás, centro de São Paulo
Entrada gratuita

  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok